pokerstars

SEÇÕES

Policiais presos envolvidos com venda de armas no MA

Os depoimentos foram acompanhados pelo comandante da Polícia Militar, coronel Pinheiro Filho

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

A c?pula do policiamento maranhense esteve reunida na Delegacia Geral, no Outeiro da Cruz, para buscar esclarecimentos sobre o flagrante do soldado militar Walner Rodrigues Teixeira que estaria envolvido com contrabando de autom?veis, al?m de com?rcio ilegal de armas e muni??o em S?o Lu?s.

Com ele foram encontradas, amarradas a um cord?o, trinta e quatro chaves michas de ve?culos (usadas para abri-los sem danific?-los), R$ 4.000,00 em esp?cie e grande quantidade de j?ias.

O c?mplice, Wancarden Moreira Nunes, major do Batalh?o de Policiamento Ambiental, foi localizado e detido no in?cio da madrugada.

Os depoimentos foram acompanhados pelo comandante da Pol?cia Militar, coronel Pinheiro Filho; pelo comandante do Policiamento Metropolitano, coronel Melo, al?m do delegado-geral, Jefferson Portela. As evid?ncias apontam que os dois policiais possam fazer parte de uma quadrilha com ramifica?es em outros estados.

A pris?o dos policiais ? resultado de uma opera??o conjunta das pol?cias do Estado que organizou quatro ?batidas? simult?neas e estrat?gicas em pontos diversificados da Ilha para o cumprimento de mandatos de busca e apreens?o expedidos durante a tarde do dia 21.

A opera??o foi planejada ap?s den?ncia de contrabando de armas de alto calibre e foi focada no monitoramento dos envolvidos que indicou proced?ncia das acusa?es. Oito policiais, militares e civis, participaram da a??o.

Foram apreendidos na resid?ncia do major Wancarden, no Cohafuma, uma submetralhadora de m?ximo poder de fogo, um rifle com luneta, uma espingarda, uma escopeta, carregadores de armas, e uma grande quantidade de j?ias sofisticadas (sete cord?es de ouro, seis pulseiras e treze an?is).

Walnir j? havia sido afastado de suas fun?es anteriormente, mas conseguiu, por meio de a??o judicial, retomar o cargo.

Wancarden e Walner devem responder a inqu?rito policial enquanto investiga?es mais densas buscam a pris?o de outros envolvidos no caso.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
pokerstars Mapa do site