pokerstars

SEÇÕES

Governo aumenta recursos para o agro e planeja investir R$ 4,7 bi neste ano

Além dos investimentos públicos diretos, o governo pretende realizar 13 leilões para concessões de estradas e pontes.

Investimento no agronegócio brasileiro | Divulgação
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O governo federal afirmou nesta terça-feira (6) um plano de expansão para os investimentos em infraestrutura dos corredores do agronegócio brasileiro. Esses corredores englobam as rodovias e ferrovias fundamentais para a exportação dos principais produtos agrícolas do país. Em 2023, um total de R$ 3,6 bilhões foram destinados a esses investimentos. Para o ano em curso, o governo planeja um aumento significativo, projetando um investimento total de R$ 4,7 bilhões. Em comparação, em 2022, foram investidos R$ 1,9 bilhão nos corredores do agronegócio.

OMinistro dos Transportes, Renan Filho, argumentou que o limite de gastos estabelecido pelo teto de gastos resultou em um baixo investimento em infraestrutura, impactando negativamente a qualidade das rodovias e ferrovias. No entanto, com o novo arcabouço fiscal implementado no ano anterior, que limita os gastos com base na receita do governo, há mais flexibilidade para aumentar os investimentos quando a arrecadação aumenta.

O pacote de investimentos anunciado inclui 60 obras consideradas estratégicas, com destaque para a infraestrutura do Arco Norte e do Arco Sul/Sudeste. Entre essas obras, estão a retomada dos investimentos na ferrovia Transnordestina, em Pernambuco, e o desenvolvimento das ferrovias FIOL 1 e 2 e da FICO, conectando Ilhéus, na Bahia, a Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso.

No Arco Norte, que abrange estados do Norte, além de Mato Grosso, Bahia, Maranhão e Piauí, estão previstas diversas obras, como a duplicação da BR 135 no Maranhão e a restauração da BR 158 no Pará. Já no Arco Sul/Sudeste, que engloba o Centro-Sul do Brasil, estão planejadas a conclusão da Ferrovia Norte Sul e a duplicação de várias rodovias, como a BR 163 no Paraná e as BRs 470 e 290 em Santa Catarina.

A meta do governo é melhorar a qualidade da malha rodoviária, com o objetivo de que 90% das rodovias do Arco Norte sejam consideradas em boas condições e 80% das rodovias em todo o país estejam em boas condições. Esse progresso já foi observado, com um aumento de 52% para 80% no total das rodovias do Arco Norte consideradas em bom estado no período de dezembro de 2022 a dezembro de 2023.

Além dos investimentos públicos diretos, o governo pretende realizar 13 leilões para concessões de estradas e pontes, com expectativa de atrair R$ 122 bilhões em investimentos, sendo R$ 95 bilhões relacionados aos corredores do agronegócio.

O governo também detalhou investimentos em portos e aeroportos, com planos de investir R$ 639 milhões em portos e hidrovias em 2024. Isso inclui a criação da Secretaria Nacional de Hidrovias e Transporte Aquaviário, visando a expansão das hidrovias navegáveis no país. Até 2026, estão previstos 35 leilões de infraestrutura nesse setor, com a expectativa de arrecadar R$ 14,5 bilhões em investimentos.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
pokerstars Mapa do site