pokerstars

SEÇÕES

“A preocupação continua”, diz presidente da FMS sobre casos de Covid-19

Em Teresina, o número de novos infectados teve queda de 33% no mesmo período e quantitativo de óbitos segue em estabilidade.

reprodução | reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

A Secretaria de Saúde do Estado do Piauí (Sesapi) registrou alta de 114,2% nos casos de Covid-19 em relação ao mês passado. O número de óbitos também subiu de 20 no mês de junho para 85 em julho, um aumento de 325%. Em Teresina, o cenário é diferente: o número de novos infectados teve queda de 33% no mesmo período e quantitativo de óbitos segue em estabilidade.

Em entrevista no programa Diálogo Franco, apresentado pelos jornalistas Eli Lopes e Ananias Ribeiro, o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS) da capital, Gilberto Albuquerque, explicou que embora Teresina esteja em circunstância positiva e em estabilidade, como apontam os dados disponibilizados pelo Comitê de Operações Emergenciais (COE), a preocupação e os esforços continuam para evitar o colapso do sistema de saúde. 

Ananias Ribeiro, Eli Lopes e Gilberto Albuquerque (Foto: Captura de tela)

“Esse vírus se espalhou mundialmente, um fato, e agora ele se espalha em algumas regiões onde o número de vacinados é proporcionalmente menor. Ele chega, faz a ‘festa’ e faz um reservatório para espalhar para outras partes do mundo. Em Teresina, nós temos 99% das pessoas vacinadas com a primeira dose, 97,8% com a segunda dose e 66% com a primeira dose de reforço. Em relação ao restante do país, nossos números são excelentes, mas a precupação continua”, falou.

Gilberto Albuquerque disse que o perfil de pessoas mais vulneráveis às complicações da doença também se conecta aos que não tomaram o primeiro e o segundo reforço da vacina contra a Covid. “Quando a pessoa não imunizada adoece, ela tem chance maior de complicações mais graves e chegam a morrer”, falou.

Em média, segundo os últimos dados divulgados pelo Comitê de Operações Emergenciais (COE) da FMS, o pico da doença ocorreu no dia 9 de julho. Desde então, a capital registrou uma queda de 33% no número de casos confirmados de Covid-19 e uma queda de 17% nas internações por síndrome respiratória aguda grave após um período de “estabilidade alta”.

“Em Teresina, nós estamos com um número de positividade de testes em estado decrescente e nós temos leitos hospitalares em quantidade suficiente. O que nos deixa em alerta máximo é que Teresina fica no centro da movimentação de pessoas no estado do Piauí e todas as cidades passam por aqui levando e trazendo o vírus, ou seja, as complicações drenam para Teresina”, falou.

O presidente da FMS reforça que a principal arma para combater a covid-19 é a vacinação. Ele lamentou que 9% dos piauienses ainda não tomaram nenhuma dose dos imunizantes liberados pelo Ministério da Saúde à população brasileira e garantiu que Teresina tem feito sua parte no sentido de fornecer vacinas e conscientizar a população sobre a importância da atualização da caderneta vacinal.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
pokerstars Mapa do site