pokerstars

SEÇÕES

Empresário de Luva de Pedreiro tentou derrubar reportagem; veja liminar

A coluna LeoDias teve acesso exclusivo a liminar concedida ao empresário Allan Jesus contra a emissora, Iran Alves. Iran contratou novos empresários e está morando numa casa nova, em Recife

luva | reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

No domingo (3/7), Iran Santana Alves, o Luva de Pedreiro, falou à imprensa pela primeira vez desde a quebra de contrato com seu antigo empresário Allan Jesus. Em entrevistas concedidas à Record e à Globo, o jovem e seus novos representantes iriam expor detalhes sobre o contrato do jovem com o ex-empresário. 

Luva de Pedreito em entreista para o Fantástico 

No entanto, poucos minutos antes das entrevistas irem ao ar, Falcão, um dos novos representantes do influenciador, informou que a Justiça havia concedido uma liminar proibindo às emissoras de veicular informações sobre o contrato firmado entre Luva de Pedreiro e Allan Jesus e possíveis críticas ao empresário. A coluna LeoDias teve acesso ao documento e descobriu que a decisão da Justiça vai muito além da censura às emissoras.

Leia Mais

A autora do documento, a juíza Maria Cristina de Brito Lima da 2ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro concedeu o pedido liminar alegando que o contrato firmado entre Allan Jesus e Iran Santana Alves possui cláusulas de confidencialidade. A liminar também determina que caso a decisão não seja respeitada, Luva de Pedreiro deverá pagar R$ 200 mil reais por ato de descumprimento sem ultrapassar o montante de R$ 2 milhões.

Luva de Pedreiro e antigo empresário Alan Jesus

A liminar também obriga Iran Santana Alves a cumprir todos os contratos publicitários firmados com a ASJ Consultoria até o dia 24/6 sob pena de pagamento de multa de R$ 10 mil, não podendo ultrapassar o montante total que Allan Jesus receberia por contrato descumprido.

Globo diz que veto a matéria viola liberdade de expressão

Durante o final do "Fantástico" de domingo, a TV Globo se manifestou a respeito de uma liminar vetando trechos da entrevista produzida com o influenciador Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro. "Na sexta-feira, a TV Globo foi notificada de uma liminar concedida a Allan Silva Jesus. Na decisão, a juíza impede a divulgação de informações sigilosas do contrato entre os dois e proíbe que sejam exibidas quaisquer manifestações que fomentem discurso de ódio contra o ex-empresário. A TV Globo não compactua com discursos de ódio e ameaças são inaceitáveis em qualquer situação", começou a apresentadora Poliana Abritta.

Poliana Abritta comenta decisão que impede veiculação de reportagem 

"Divergências sobre questões contratuais devem ser decididas pelo poder judiciário. O jornalismo apura com isenção todos os lados da noticia e produz conhecimentos sobre os fatos. É direito da sociedade ter acesso a todos os acontecimentos relevantes. A TV Globo entende que a liminar viola a liberdade de imprensa e expressão, pilares da democracia e protegidas pela Constituição. Por isso, vai recorrer da decisão. Em cumprimento a decisão judicial, a reportagem que a gente vai exibir agora não terá as informações vetadas pela liminar", continuou Poliana Abritta .

Em junho, a coluna LeoDias revelou em primeira mão que Luva de Pedreiro havia recebido cerca de R$ 7,5 mil do ex-empresário, Allan Jesus, desde o início do ano. Segundo fontes do mercado publicitário, só com duas ações publicitárias, o influenciador que acumula mais de 30 milhões nas redes sociais, havia faturado mais de R$ 1,3 milhão.

A coluna também descobriu que para rescindir o contrato com a Allan Jesus, Luva de Pedreiro teria que arcar com uma multa no valor de R$ 5,2 milhões, sem ter acesso ao lucro obtido com os contratos publicitários firmados.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
pokerstars Mapa do site