pokerstars

SEÇÕES

Marta Santos

Coluna da jornalista Marta Santos

Lira ameaça deixar liderança se promessa de reajuste não for cumprida

Nesta quarta, os parlamentares pediram vista ao projeto para ganhar tempo até que o novo PL chegue à Câmara Municipal.

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O impasse sobre o reajuste salarial para psicólogos, educadores físicos e tecnólogos em radiologia ainda está em ‘stand-by’ na Camara Municipal de Teresina. Isso porque as categorias pediam que o atual projeto fosse retirado de pauta na sessão desta quarta-feira (9). 

O líder do prefeito na Casa Legislativa, vereador Antonio José Lira, no entanto, não atendeu os pedidos defendendo a tese de mantimento do veto enviado pelo Palácio da Cidade anteriormente. De acordo com o vereador, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, enviará dentro de 15 dias um novo Projeto de Lei que garante os devidos reajustes. Para ele, a matéria que está tramitando na Câmara é inconstitucional pois causa prejuízo aos cofres públicos. 

O veto do prefeito diz respeito a emenda apresentada pelos vereadores que garantia o reajuste salarial referente ao ano de 2019 para educadores físicos, tecnólogos em radiologia e psicólogos, totalizando 146 servidores do município. 

Ainda nesta quarta, os parlamentares pediram vista ao projeto para ganhar tempo até que o novo PL chegue à Câmara Municipal. 

Sob risco de perder a liderança na CMT, Lira garante que a prefeitura vai encaminhar, dentro de 15 dias, um novo acordo que satifaz todas as categorias. 

“Não sei se é consolo, entendam com quiserem, eu não sei se representa tanto, mas em quinze dias, projeto de lei não tiver aqui atendendo às três categorias, eu renuncio à liderança. Pode não representar nada para alguns, mas para mim representa”, disse Lira. 



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
pokerstars Mapa do site

1234